Google+ Agricultura: Calda Bordalesa - Tratamento

Newsletter - Acompanhe as novidades por email:

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Calda Bordalesa - Tratamento

2 colheres de sopa para 10 litros

   A calda bordolesa é recomendada para o controle, entre outras doenças e parasitas, de míldio e alternaria da couve e do repolho, alternaria do chuchu, antracnose do feijoeiro, pinta preta e queima do tomate, murchadeira da batata, queima das folhas da cenoura, etc. Também é utilizada em frutíferas, como figueira, parreira, macieira etc... 

   Em mudas pequenas e em brotações novas, deve-se aplicar esta calda mais diluída, misturando-se 1 parte da calda bordalesa, para 1 parte de água. 

   Para mofos da cebola, do alho e mancha da folha da beterraba (cercosporiose), usa-se uma diluição de 3 partes de calda para 1 parte de água. 

Atenção: A Calda Bordalesa perde a eficácia com o passar do tempo, por isso deverá ser utilizada até, no máximo, 3 dias depois de pronta. 

Evitar aplicar em épocas muito frias, sujeitas a ocorrência de geadas.

Sem comentários:

Enviar um comentário